Saison, a cerveja da estação

A cada final de inverno e início de primavera me pego com sede de beber uma cerveja que surgiu em função desta época do ano: uma Saison.

O estilo Saison, que em português significa estação, surgiu na região da Valônia, uma zona rural que fica ao sul da Bélgica.

Antigamente, quando não havia refrigeração, a cerveja precisava ser produzida nas estações de baixas temperaturas para que ela pudesse fermentar sem estragar. Com uma menor demanda de trabalho ao final destas estações frias, as fazendas aproveitavam para produzir a cerveja que seria tomada nas estações seguintes, mais quentes, pelos trabalhadores das colheitas. Foi assim que o estilo Saison, ou Farmhouse Ale, nasceu.

O estilo é conhecido por ser leve e refrescante, e também por ter um pouco de robustez. Talvez por isso ele seja um dos estilos belgas mais lupulados, já que o lúpulo tem um poder bactericida e ajuda na conservação da cerveja. As Saison também podem ter especiarias e condimentos. Na época em que surgiram era comum que adicionar as especiarias que estivessem disponíveis na época – o que sobrou da colheita. Por isso, estas cervejas podem ter ingredientes diversos e até mesmo adição de frutas.

Saison é uma cerveja refrescante, bem carbonatada e com final seco, o que só ajuda a ficar mais fresca.

Um dos exemplares mais clássicos de Saison é a Saison Dupont, cuja cervejaria vem produzindo continuamente desde 1844. A sua versão de Saison tem cor dourada, é seca, com notas cítricas e de especiarias, que vem da levedura. A refrescância vem de um frisante que fica na boca ao final do gole, mesmo com 6,4% vol. alcoólico. Esta cervejaria é um belo exemplo de cervejaria familiar na Bélgica, que valoriza as suas origens e cultura, sem deixar de lado os avanços que a tecnologia pode trazer.

Aqui no Brasil, boa parte das cervejas tipo Saison tem adição de frutas. A Dádiva tem uma cerveja chamada Printemps que é relançada a cada primavera desde 2015. As duas primeiras foram feitas com damasco, e as seguintes com pêssego, sendo que a de 2018 foi um blend de duas cervejas Saison envelhecidas em barricas de carvalho. Para a Vivant Printemps, de 2018, a cervejaria blendou a versão desta cerveja do ano anterior, que ficou por 12 meses em barricas, com outra que estava há apenas 3 meses maturando em carvalho. A Vivant Printemps é uma cerveja ácida, com levedura selvagem, notas de frutas amarelas no aroma e 5,5% vol. alcoólico.

Se você também ficou com sede depois de ler este artigo, aqui vão outras dicas de Saison para conhecer: St. Feuillien (Bélgica), Fantôme Saison (Bélgica), Tupiniquim Saison de Caju (RS), Way Mandaçaia Saison (PR).

Posts relacionados

O CERVEJEIRO FALA

Aqui, o Victor Marinho, nosso cervejeiro, fala principalmente, mas não só, sobre os nossos produtos – de lançamentos de edições especiais, ao relançamento de cervejas sazonais já consagradas, sem esquecer dos produtos limitados e das cervejas colaborativas.

siga a libélula



Newsletter


Cervejas Sours
Sem categoria

Cervejas Sours

Sour significa ácido, azedo. Cervejas Sours passam por um processo de acidificação na fermentação, o que faz o seu pH baixar, e consequentemente conferir um

Leia Mais »
Cervejas Trapistas
Sem categoria

Cervejas Trapistas

A Ordem Trapista é uma Ordem religiosa de monges beneditinos cenobitas, ou seja, que vivem em comunidade. Embora o nome oficial seja outro (Ordem dos

Leia Mais »
Você tem mais de 18 anos? Seja bem-vindo! Para continuar, você confirma ter mais de 18 anos?