Dia do Empreendedorismo Feminino: entrevista com Fermenta Pessoas

Começamos a semana compartilhando mais histórias de mulheres empreendedoras que admiro muito. 

Conheci a Daiane e a Rosária nos eventos cervejeiros. Logo depois, começamos a fazer parte de grupos de mulheres da área que são verdadeiras redes de apoio – como isso é importante! Já admirava muito as duas pelas suas trajetórias e por serem grandes estudiosas sobre cerveja, até o dia em que elas me contaram que estavam abrindo uma empresa juntas e a admiração só aumentou. 

A Fementa Pessoas é uma empresa especializada no recrutamento e seleção no mercado de bebidas. Encontrar a pessoa certa para uma vaga não é fácil em nenhum lugar, mas, é ainda mais difícil quando exige conhecimentos específicos e quando o mercado ainda é pequeno, como é o de cervejas artesanais. Por isso, eu achei incrível quando elas me contaram sobre o novo negócio.

Abaixo a entrevista completa.

Em que momento da sua vida você decidiu empreender? Quantos negócios você já empreendeu?

Daiane:

Me formei em jornalismo em 2006 e trabalhei em redação de jornal de 2004 a 2011. Nessa época eu já pensava em ter um negócio próprio. Saí da redação e passei a produzir conteúdo como jornalista freelancer para algumas revistas. Em seguida, passei a prestar assessoria de comunicação para algumas empresas. Quando me mudei para Floripa continuei trabalhando como freelancer na organização de cursos e concursos cervejeiros, além de atuar em eventos de degustação e harmonização de cervejas. Em 2020 veio a oportunidade de empreender durante a pandemia e surgiu minha primeira empresa oficial como empreendedora, o Batido Lanches Honestos que produz o melhor smash burger que já provei (é sério, só investi no negócio porque o produto era realmente delicioso). 

Em 2021 veio a oportunidade de empreender novamente, agora no ramo da cerveja e em parceria com a Rosária, uma grande amiga do meio que admiro demais. Aí surgiu a Fermenta Pessoas, nossa empresa de recrutamento e seleção voltada ao mercado de bebidas. 

Rosária:

Decidi empreender quando trabalhar em uma corporação muito grande não fazia mais sentido para mim, quando não mais identifiquei valor no meu trabalho. Sou Economista de formação e trabalhei por 18 anos no Sistema Financeiro. Eu já tive um bar chamado Penz Bier, Das Haus, que durou dois anos e meio e ficava em Porto Alegre; sou sócia da Hildegard Cervejaria Cigana, que nasceu em dezembro de 2017 e em outubro de 2021 começamos (a Daiane Colla e eu) a operar com a Fermenta Recrutamento e Seleção, uma empresa voltada para o segmento de bebidas.

Conte um pouco sobre o negócio de vocês. O que vocês fazem? Onde atuam?

A Fermenta Pessoas é uma empresa especializada no recrutamento e seleção de pessoas para o mercado de bebidas de todo o Brasil. Oferece recursos abrangentes e profundo conhecimento do mercado de bebidas,  necessários para ajudar a sua empresa a montar um quadro eficiente de colaboradores e aos profissionais a encontrar vagas adequadas a sua capacitação, perfil e expectativas. 

Comandada por Daiane Colla e Rosária Penz Pacheco, ambas com experiência de mais de 7 anos como consultoras no mercado de cerveja, busca oferecer um serviço diferenciado a empresas do setor de bebidas que procuram por profissionais capacitados e também aos profissionais que pretendem ingressar nesse mercado em expansão. Atuamos em todo Brasil.

O que fez vocês escolherem mulheres para empreender junto?

A visão parecida do mundo e a forma empática de atuação nos uniu, e tem dado muito certo até agora!

Vocês acham que é importante existir o Dia do Empreendedorismo Feminino?

É importante dar visibilidade para as minorias em termos de representatividade, mesmo não sendo minorias numéricas. Enquanto for necessário, vamos ocupar todo o espaço onde podermos nos apresentar.

O que vocês acham que é necessário para que mais mulheres possam empreender? 

A falta de modelos, de mostrar que é possível, de que temos tanta capacidade quanto – e muitas vezes até mais – impacta bastante. O professor Muhammad Yunus, ganhador do Nobel da Paz de 2006, foi o idealizador e criador do Grammen Bank. Em 1976, o Professor Yunus começou a fazer experiências com o fornecimento de pequenos empréstimos para os pobres sem as garantias e exigências tradicionais dos bancos comerciais. O projeto foi chamado de Grameen Bank e, mais tarde, em 1983, tornou-se um banco oficial para fornecer empréstimos aos pobres, principalmente mulheres na zona rural de Bangladesh. Hoje o Grameen Bank tem mais de 8,4 milhões de mutuários, 97% dos quais são mulheres, e desembolsa mais de 1,5 bilhões de dólares por ano. A ideia se espalhou por quase todos os países do mundo, incluindo países desenvolvidos e industrializados (Fonte: https://www.yunusnegociossociais.com/muhammad-yunus). Por que mulheres? Mantém a palavra e honram seus compromissos mais do que os homens.

Por fim, o jabá completo. Como comprar o seu produto e apoiar uma empreendedora?

Somos uma empresa de recrutamento e seleção no segmento de bebidas, atendendo indústrias, comércios e serviços. Para agendar uma conversa conosco e conhecer como podemos auxiliar a sua empresa a encontrar o melhor colaborador para a sua necessidade, basta entrar em contato por algum dos canais abaixo:

https://www.fermentapessoas.com/

contato@fermentapessoas.com

https://www.instagram.com/fermenta.pessoas/
https://business.facebook.com/fermentapessoas/

WhatsApp de Daiane Colla +55 54 999054524

WhatsApp de Rosária Penz Pacheco +55 48 991071231

Posts relacionados

O CERVEJEIRO FALA

Aqui, o Victor Marinho, nosso cervejeiro, fala principalmente, mas não só, sobre os nossos produtos – de lançamentos de edições especiais, ao relançamento de cervejas sazonais já consagradas, sem esquecer dos produtos limitados e das cervejas colaborativas.

siga a libélula



Newsletter


Você tem mais de 18 anos? Seja bem-vindo! Para continuar, você confirma ter mais de 18 anos?